Homem faz ex-mulher refém por mais de 4 horas no centro de Ibiúna

Um homem de 18 anos fez a ex-mulher refém, por mais de 4 horas, dentro de uma sorveteria do centro de Ibiúna, na manhã desta segunda-feira (24). Policiais Militares, inclusive com apoio operacional do GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais), fizeram as negociações e a vítima conseguiu ser libertada sem ferimentos. Já o rapaz, que aparentava estar bastante descontrolado, foi detido pela PM e encaminhado para Delegacia de Polícia de Ibiúna. A Rua XV de Novembro, principal centro comercial do município, ficou fechada por toda manhã, em plena véspera de Natal, um dos dias de maior faturamento das lojas existentes na região.

Por volta das 7h da manhã, Stefani Ortiz Sandroni, de 23 anos, chegou para trabalhar na sorveteria na Rua XV de Novembro, quando foi surpreendida pelo ex-marido, Diogo Aparecido da Cruz Oliveira, de 18 anos, que não teria aceitado a separação. Segundo a polícia, muito alterado, ele a obrigou a entrar dentro do estabelecimento e fez várias ameaças. A Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal foram acionadas e o rapaz teria usado uma faca da própria sorveteria para fazer a vítima refém. A área foi isolada e iniciaram as negociações, comandadas pela Tenente PM Marjorie, que duraram mais de 4 horas. Ambulâncias do SAMU também foram posicionadas próximo ao local.

A todo momento, o rapaz fazia ameaças à ex-mulher e também causava vários estragos dentro do estabelecimento, que ficou completamente destruído. Policiais do GATE, inclusive com atiradores de elite, especialistas nestas situações de gerenciamento de crise, foram acionados e deram respaldo tático para as negociações.

Por volta das 11 horas da manhã, após a chegada de um tio de Diogo, a vítima foi libertada sem ferimentos. Em estado de choque, ela foi atendida pelo SAMU e passa bem. Já o autor, se rendeu e foi detido pelos policiais. Ele foi levado para Delegacia de Polícia de Ibiúna, onde deverá ser indiciado por Cárcere Privado.

TOP VISTORIA